Flores de Papel Sanfonadas

O papel possibilita várias opções de arte e desenhos, atualmente a decoração com papel tem caído no gosto dos brasileiros e isso se deve em grande parte ao baixo custo de produção e várias possibilidades de variações.

Dentro do cenário de decorações as flores de papel sanfonada são ainda mais usadas, a sua facilidade de confecção junto com as várias opções de cores fazem com que elas sejam as queridinhas quando o assunto é decoração. Pensando nisso separamos algumas dicas para que você aprenda a como fazer flores de papel sanfonadas.

Para fazer flores de papel sanfonada você irá precisar de:

  • Papéis coloridos de sua preferência, se quiser que a sua flor tenha mais textura você vai precisar usar papeis mais resistentes.
  • Tesoura de ponta fina, para auxiliar nos recortes
  • Régua;
  • Lápis;
  • Grampeador com muitos grampos;
  • Pistola de cola quente ou se preferir pode usar a cola de silicone;
  • Pedrarias ou botão decorado (vai da sua preferência, pode até mesmo lantejoulas, etc);
  • Molde do hexágono (você encontra na internet ou pode recortar um você mesmo, com o
  • Molde do hexágono (você encontra na internet ou pode recortar um você mesmo, com o auxílio da régua).

Modo de fazer:

  1. O primeiro passo para fazer a flor de papel é começar riscando o formato do hexágono no papel que você escolheu. Depois de desenha-lo ou usar o molde para riscar, você deve recortar o desenho. Em seguida dobre-o em formato de sanfona, fazendo uma dobra no meio e depois uma de cada lado.
  2. Em seguida, você vai precisar fixar a dobra do meio, para isso você vai contar com o auxílio do grampeador, mas tome cuidado, é preciso deixar as bordas laterais soltas ou você não conseguira montar a flor do jeito certo.
  3. Logo após, cole uma lateral solta em outra, dessa forma você vai começar a formar a sua flor.
  4. Pronto, agora que começamos a montar a flor você deve continuar colando as pétalas que são formadas pelos hexágonos sanfonados.
  5. Vá colando um total de 10 pétalas para criar a flor, para finalizar corte um círculo em outro papel e cole no centro de sua flor, criando um miolo.
  6. Para finalizar colo com a cola quente ou com a cola de silicone a sua flor no local onde quiser.
  7. Se você quiser que a sua flor fique mais firme na parede, mas está com medo de estragar o local onde ela será fixada, você pode utilizar a fita dubla face para fixa-la no local onde deseje.
  8. Se você quiser deixar a sua peça ainda mais bonita e charmosa você pode colar um botão no miolo de sua flor, ou uma pedra, lantejoula ou qualquer outra coisa que deseje, ou ainda fazer você mesmo o desenho do miolo.

Viu só como é super simples fazer a sua própria decoração? O melhor é que você pode fazer quantas flores quiser e tudo vai depender de quanto quer gastar e do seu gosto. Use a sua criatividade e faça outros tipos de artesanato com papel para deixar a sua decoração ainda mais criativa e charmosa.

Aprenda Inglês com o YouTube!

Aprender inglês é sem divida o sonho de muitas pessoas, as facilidades que o idioma abre em sua vida são inúmeras e vão desde a comodidade de poder viajar para onde quiser sem ter que lidar com o empecilho da língua ou até mesmo para quem desejar conquistar um emprego ou uma promoção. Der fluente em inglês abre muitas portas para qualquer pessoas, independente da área que for seguir quanto mais conhecimentos no idioma tiver melhores são as suas chances de ter sucesso em seu objetivo.

Além disso aprendendo um novo idioma você fica com muito mais autônomo para assistir filmes e series sem ter que se preocupar com legendas ou dublagem, irá conseguir entender as letras das músicas que tanto gosta entre diversas outras facilidades que somente quem é fluente em inglês sabe que terá.

Porém todos nós sabemos que os cursos de idiomas são sempre muito caros e quase sempre precisam de anos de dedicação para que sejam de fatos bons, e a maioria das pessoas que passa por cursinhos afirma sair apenas com uma pequena base do Inglês.

Pensando nisso separamos essa matéria para você que deseja aprender inglês e não tem dinheiro ou tempo para se dedicar a um cursinho. O primeiro passo antes de começarmos de fato a falar sobre o aprendizado é deixar claro que para que o aprendizado seja de fato eficiente é preciso muita dedicação. O inglês é pratica e quanto mais você praticar maiores serão as suas chances de descobrir como aprender ingles em casa de forma muito mais rápida.

Agora que já demos o nosso aviso, que tal se eu te mostrar como você pode aprender inglês com o YouTube? Parece um sonho né? Mas acredite é a mais pura realidade, para aprender inglês através do YouTube é muito simples, tudo o que você precisa fazer é escolher um curso de inglês na própria plataforma e começar a assistir as aulas, agora você deve estar se pergunta somente assistir as aulas é suficiente? A resposta é não! As aulas são sim parte essencial na hora de aprender um idioma novo porque você precisa de alguém que já tenha fluência e capacidade para ensinar para que possa começar a aprender o idioma, contudo, lembra que falamos anteriormente que você precisa de pratica? É justamente a pratica que irá te fazer ter a fluência no idioma sem precisa gastar rios de dinheiro.

Nossa dica é: Logo que você terminar de assistir a sua aula no YouTube não pule para o próximo vídeo, antes de pensar em aprender mais conteúdo é preciso que você tenha realmente entendido o que a aula quis te passar, então termine a sua aula com tranquilidade e logo em seguida pratique alguns exercícios dentro do tema que tinha sido proposto na vídeo aula, mesmo que você tenha a sensação que já sabe o conteúdo faça esse processo, quanto mais vezes você resolver os exercícios e praticar o inglês com dicas você irá dominar o idioma.

Pilates ou Yoga, qual é o melhor treino?

Entenda as diferenças e benefícios de cada um deles

Definir qual das atividades é melhor fica praticamente impossível, ambas possuem benefícios, o que define qual delas você irá escolher é o seu objetivo. Assim, o que pode ser melhor para mim não seja para você e assim por diante.

 

CONHEÇA UM POUCO DA HISTÓRIA DE AMBOS

YOGA

Há 5 mil anos, no noroeste da Índia, um famoso dançarino improvisava movimentos instintivos, no entanto muito sofisticados. Era algo espontâneo e ao mesmo tempo elegante.

O dançarino conseguiu transmitir boa parte do seu conhecimento. Até que um dia, muito tempo depois, veio a falecer, e seus discípulos preservaram sua arte intacta e assumiram a missão de retransmiti-la. A mesma foi chamada de integridade, integração e posteriormente união, que em sâncrito significa Yôga.

PILATES

 

Em 1883 nasce Joseph H. Pilates na Alemanha, o criador do método.  Seu pai era um famoso ginasta e sua mãe naturopata (técnica cuja definição é o estímulo do corpo para a autocura). As atividades exercidas pelos pais de Joseph, o motivaram e incentivaram suas idéias.  Em sua infância, sofria de algumas doenças decorrentes de sua saúde frágil, e decidiu então, dedicar-se a melhorar sua força e sistema imunológico. Assim, apostou na postura e respiração.

Na adolescência, Joseph possuía um corpo muito desenvolvido para a idade, devido aos exercícios praticados. Ele aprofundou seus conhecimentos e também estudou a medicina tradicional chinesa, musculação, boxe, mergulho, kung fu, os movimentos dos animais e ginástica. O conjunto de todos esses treinos influenciou no desenvolvimento das técnicas e movimentos do Pilates.

 

DIFERENÇAS E BENEFÍCIOS

Ambas as atividades não foram criadas para serem exercícios físicos. A Yoga é milenar e tem por principal objetivo integrar corpo e mente num corpo sadio. Dentro dela existem divisões que tem focos diferentes, seja na filosofia que a Yoga prega, seja na questão das posturas e exercícios.

O Pilates prioriza a estabilidade muscular aliada à flexibilidade, foi usado como método terapêutico de recuperação de soldados durante a II Guerra Mundial. Enfim, como o objetivo inicial não era o exercício físico como prática em si, alterações foram feitas e hoje temos as versões mais modernas de ambos. Vejamos alguns pontos de ambas as práticas.

  • O Pilates pode gastar até 900 calorias no total, já a Yoga pode chegar ao gasto de 800 calorias
  • Ambas promovem uma melhora de fatores como força, flexibilidade, resistência muscular e coordenação motora.
  • Ambas aumentam a resistência física, melhoram a postura e contribuem para a flexibilidade.
  • Enquanto a Yoga trabalha o corpo como um todo e busca também o equilíbrio da mente, o Pilates trabalha mais o corpo em partes específicas
  • Pilates e Yoga, aliadas a uma alimentação saudável, contribuem para o emagrecimento e para uma boa forma física

O importante em ambas as práticas é manter o foco. Se estiver em dúvida, faça uma aula experimental de cada uma e escolha qual é a melhor técnica para você.